80
Visualizações
Acesso aberto Revisado por pares
Artigo Original

Activity of low level laser therapy on burning wounds in diabetic rats

Atividade terapêutica do laser de baixa intensidade em queimaduras em ratos diabéticos

Marcelo S Fantinati1; Diego EO Mendonça2; Adriana MM Fantinati3; Deyse A Barbosa4; Lorrane C Araújo4; Cristina L Afonso5; Marina C Vinaud6; Ruy de S Lino Júnior6

RESUMO

OBJETIVO: Este estudo avaliou os efeitos da terapia a laser de baixa intensidade (LBI) na cicatrizaçao de feridas por queimadura de terceiro grau em ratos Wistar diabéticos e nao diabéticos.
MÉTODOS: A diabete foi induzida experimentalmente com estreptozotocina 14 dias antes da induçao da lesao por queimadura. Os ratos sofreram a induçao da lesao por queimadura de terceiro grau e foram divididos em quatro grupos: grupo controle; grupo tratado nao diabético; grupo diabético; grupo tratado diabético. Todos os animais receberam curativos oclusivos durante os dias experimentais. Os animais tratados receberam o seguinte tratamento em dias alternados: laser diodos GaAIAs (650 nm/12 mW), fluência de 3 J/cm2 até o sétimo dia experimental, seguido por 6 J/cm2 a partir do sétimo dia até ao dia eutanásia. As feridas por queimaduras foram avaliadas morfometricamente, macro e microscopicamente em 3, 7, 14, 21 e 30 dias após a induçao.
RESULTADOS: A contraçao da ferida foi significativamente maior em todos os dias experimentais nos grupos tratados quando comparados com os grupos controle diabéticos e nao diabéticos. Microscopicamente, houve aumento significativo na angiogênese e na fibrogênese durante a fase proliferativa nos grupos tratados.
CONCLUSOES: Concluímos que a terapia LBI favoreceu o processo de cicatrizaçao do tecido com dosagem de 3 J/cm2 na fase inflamatória e com dosagem de 6 J/cm2 nas fases proliferativa e de remodelaçao, acelerando a contraçao da ferida por queimadura e melhorando o processo de cicatrizaçao.

Palavras-chave: Queimaduras. Diabetes Mellitus. Terapia com Luz de Baixa Intensidade. Patologia.

ABSTRACT

OBJECTIVE: This study evaluated the effects of low level laser (LLL) therapy in the healing of third degree burning wounds in diabetic and non-diabetic Wistar rats.
METHODS: The diabetes was experimentally induced with streptozotocine 14 days before the burning injury induction. The rats suffered the induction of third-degree burning injury and were divided into four groups as follows: control group; non-diabetic treated group; diabetic group; diabetic treated group. All animals received occlusive bandages during the experimental days. The treated animals received the following treatment in alternate days: diode GaAlAs laser (650 nm/ 12 mW), fluency of 3 J/cm2 until the 7th experimental day followed by 6 J/cm2 from the 7th day until the euthanasia day. The burning wounds were morphometrically, macroscopically and microscopically evaluated at 3, 7, 14, 21 and 30 days after the induction.
RESULTS: The wound contraction was significantly higher in all experimental days in treated groups when compared to the diabetic and non-diabetic control groups. Microscopically, there was a significant increase in angiogenesis and in fibrogenesis during the proliferative stage in the treated groups.
CONCLUSION: Therefore, we conclude that LLL therapy favored the tissue healing process with 3 J/cm2 dosage for the inflammatory stage and with 6 J/cm2 dosage for the proliferative and remodeling ones, accelerating the burning wound contraction and improving the healing process.

Keywords: Burns. Diabetes Mellitus. Low-Level Light Therapy. Pathology.


O CONTEÚDO DESTE ARTIGO NÃO ESTÁ DISPONÍVEL PARA ESTE IDIOMA.


© 2024 Todos os Direitos Reservados